Vídeo Currículo na Prática com Tais Targa e Leandra Cortelleti

O vídeo de hoje é um bate papo super agradável com a Tais Targa.

Falamos sobre vídeo currículo, a importância deste recurso, com funciona na prática, dicas de como fazer um vídeo currículo que chame a atenção dos recrutadores e clientes. Dicas de som, imagem, apresentação, ordem para fazer o vídeo currículo. Também falamos sobre a economia de tempo e custo que o vídeo currículo traz para empresas e candidatos.

Tudo isso e muito mais!

Caso não consiga assistir o vídeo, leia a transcrição abaixo:

Tais Targa: E hoje a gente vai falar de Vídeo Currículo!

Se você ainda não gravou o seu pode ser que amanhã ou depois você tenha que gravar a pedido de um recrutador.

Eu sou a Taís Targa e ajudo você a encontrar o seu novo trabalho. Hoje eu trouxe uma convidada para falar desse tema, eu estou aqui com a Leandra Cortelleti, que é fundadora da LE WAR PRO – Talent Way. e a gente vai bater um papo reto aqui sobre esse tema. Já marca alguém aqui nos comentários e compartilha nos seus grupos do Whatsapp. Você também pode deixar sua dúvida, porque eu estou gravando três vídeos por semana e eu posso fazer um vídeo respondendo sua dúvida.

Vem com a gente que tem muito conteúdo aqui!

Gratidão por você estar aqui! Eu a chamo de Lelê, porque a gente se conhece de longa data.

Leandra hoje você é Headhunter, faz bastante processo seletivo e eu lembro que você foi uma das primeiras no mercado que começou a solicitar aos candidatos vídeo currículo, então eu queria saber por que você solicita vídeo e se ajuda o processo, se atrapalha, e como é que está a receptividade O que você tem recebido para a gente fazer uma análise aqui.  

Leandra Cortelleti: Obrigada Tais pela oportunidade, a gente tem esta parceria de longa data, então é sempre um prazer estar contigo!

O vídeo currículo sim é uma ferramenta que facilita muito o processo seletivo. Porque somente no currículo, a gente não consegue colocar todas as nossas habilidades, a nossa desenvoltura de comunicação e no vídeo a gente consegue sim transmitir aquilo que no papel não é possível. Então, a gente solicita em todos os nossos processos seletivos, independentemente do cargo, desde o nível de assistente, analista, especialista até nível de diretoria.

Quando o cliente visualiza o vídeo currículo, o profissional tem a oportunidade de se apresentar e contar a carreira, que muitas vezes ele nos conta por telefone, numa primeira abordagem, e no vídeo a gente tem a oportunidade do cliente observar e ouvir do próprio profissional a trajetória dele, o que ele gosta de fazer, quais são as principais expertises que ele tem, os principais momentos da carreira, por isso o vídeo currículo facilita bastante. Sobre a receptividade tem algumas pessoas ainda muito tímidas que tem vergonha de gravar o vídeo, mas hoje já é a minoria.

Quando a gente começou ainda tinha uma resistência e inclusive, alguns candidatos declinavam do processo. Falavam “ah eu não me sinto à vontade em enviar o vídeo e vou declinar do processo”, a gente insistia e argumentava que era uma tendência, e que em algum momento ele/ela iria ter que se deparar com essa situação.

Nós da LE WAR PRO – Talent Way damos todo suporte, se o vídeo não ficou legal já avisamos o candidato e damos algumas dicas, enviamos o nosso material que é um E-book e orientamos para que ele possa fazer o vídeo da melhor forma, porque é para facilitar o processo.

Tais Targa: Exatamente! é para facilitar e para que o profissional tenha mais chance de ser visto e lembrado. E para o profissional que vai gravar um vídeo currículo hoje, caiu de gaiato, que dica você dá? O que tem neste E-book? Como que vocês dão as instruções para o profissional? Como é que começa o processo?

Leandra Cortelleti: É mais simples do que se imagina. O vídeo precisa ser curtinho, trabalhamos com uma média de três minutos, esta é a primeira dica! Não gravar um vídeo muito longo, não pode contar sua vida toda (risos). Outra dica é você construir um roteiro, de quais foram os principais momentos da sua carreira, porque em três minutos você tem que aproveitar de uma forma muito estratégica e eficiente para mostrar sua trajetória. Dentro desses três minutos, elenca os pontos principais, faz um roteiro e constrói esse material. Outra dica são detalhes simples da gravação, mas que muitas vezes o candidato peca, pois ele grava do celular, mas às vezes o ruído do ambiente não fica bom, fica mexendo muita câmera, então esses detalhes da gravação, que não precisa ser uma gravação profissional, mas cuidar para saber se realmente o cliente e o Headhunter vão conseguir ouvir tudo que está sendo falado. Prestar atenção se tem algum barulho, cachorro latindo, crianças chorando (risos)

Tais Targa: O cachorro late bem na hora que você tá gravando o vídeo (risos).

Áudio é muito importante, a gente que grava vídeo sabe, muitas pessoas se preocupam excessivamente com a imagem e pensam “vou gravar desse jeito mesmo” e não percebem que, um áudio limpo, com uma fala mais fluida ajuda bastante a gerar empatia. E eu até dou uma dica para profissionais que estão começando a fazer o que a gente faz, que é gravar vídeos, e não tem um microfone, que é esse aqui, microfone de lapela, grava dentro do carro, você sabia que é um excelente lugar para gravar vídeo? Gente o som é excelente! Vou explicar o que acontece, você precisa ter um lugar acolchoado, e o carro é pequeno, então você pode gravar dentro do carro, não dirigindo pelo amor de Deus (risos) e também você pode gravar num cômodo pequeno. Eu estava gravando para uma rádio, e eu tinha que gravar áudio, e nem sempre eu pego o microfone, então eu deixo almofadinhas perto do celular, e daí dá uma abafada no áudio, isso acaba amenizando. Não adianta você querer gravar no lugar mais bonito da sua casa, que é um lugar muito amplo, onde vaza som, às vezes é melhor você gravar um cômodo pequeno com uma parede neutra atrás, sentado numa cadeira e com o corte da imagem quadrado, e manda bala no conteúdo.

Outro ponto, é que eu já recebi vários vídeos de pessoas que fizeram o roteiro mas a pessoa não conseguiu desapegar em nenhum minuto do roteiro, parecia que a pessoa estava lendo o próprio currículo, se for para ler eu prefiro pegar o currículo e ler na minha velocidade.

Leandra Cortelleti: Isso já aconteceu, nós já recebemos alguns vídeos onde nitidamente o profissional estava lendo a sua trajetória e perde a naturalidade. O vídeo tem que transmitir quem você é realmente, trazer esta espontaneidade, não importa se tem um errinho, se gaguejou, faz uma pausa, respira e finaliza o vídeo.

Porque a naturalidade, como você é, é muito importante. É exatamente o que não se consegue transmitir no papel. A gente sempre comenta com os profissionais que estão participando do nosso processo seletivo, seja natural, seja espontâneo, fale quem você é.

Tais Targa:  E o sorriso né! Um semblante mais suave, você não está indo fazer um exame de sangue (risos), você vai mostrar através da câmera o profissional ou a profissional incrível que você é! E nada melhor do que um profissional incrível que tem bom humor, então capricha no sorriso, no semblante. Eu oriento que os nossos assessorados para que comece a gravar com o celular desligado, a gente até empresta o tripé, ou os clientes que querem vem gravar aqui mesmo, em nossa Assessoria, mas comece a gravar, respira, com a câmera desligada, e vai se familiarizando, tem que aprender até onde olhar. Eu pergunto para o Iverson, que está aqui gravando, se eu estou com contato visual, porque eu quero olhar para você, eu quero olhar nos seus olhos, então eu ensaio olhar mais para o ladinho do celular, isso é importante. Quando você fala olhando nos olhos, você gera mais empatia.

Quando recebo um vídeo currículo e a pessoa parece que está olhando para mim, eu falo “uauu preciso conhecer essa pessoa! que energia legal”, mas é porque simplesmente a pessoa treinou e conseguiu olhar diretamente para a câmera acho que isso é bem importante.

Leandra Cortelleti: É muito significado, porque os nossos processos seletivos são on-line, então muitas vezes, você não tem a oportunidade, neste primeiro momento de estar à frente do cliente, então transmitir esta empatia, e esta proximidade faz muita diferença. Olhar nos olhos, mostrar quem você é!

Tais, você falou uma frase de mostrar o quanto incrível você é, e esse é o nosso lema sabia? Talentos incríveis para empresas incríveis! É isso que a gente quer captar, porque muitas vezes o profissional deixa de acreditar no talento que ele tem. Você tem uma longa trajetória e sabe muito bem, as vezes um profissional em transição de carreira, está um pouco fragilizado, inseguro de gravar o vídeo com receio que o vídeo transmita esta insegurança, então acredite no seu talento, faça um vídeo incrível, com muita naturalidade e isso vai ser muito importante nos processos seletivos.

Tais Targa:  E o que os seus clientes, o empresário, o profissional de RH, que tem recebido os vídeos currículos, o que eles comentam? Como que é? Diminui a necessidade de tanta entrevista? Várias pessoas conseguem avaliar o profissional?

Leandra Cortelleti: Exatamente! Diminui a quantidade de contatos, facilita deixando o processo mais rápido, porque as dúvidas que as vezes temos lendo o currículo, no vídeo são eliminadas. Muitas vezes, o vídeo vai para o departamento de RH, depois vai para o gerente da área, depois para a diretoria, e a gente tem uma plataforma on-line, onde essas pessoas conseguem acessar e visualizar. Com o vídeo currículo, e de uma única vez, você consegue eliminar várias etapas.

Tais Targa:   Ou seja, o profissional não precisa ficar naquela sabatinada de entrevista, até porque é custo ir de carro ou de Uber, ou de ônibus, tem que pagar estacionamento, tem que se preocupar em ir com uma roupa diferente a cada entrevista.

Leandra Cortelleti: Isso mesmo, e é por isso que, a nossa primeira entrevista com os candidatos é on-line, e o cliente também faz uma entrevista on-line. Então, quando a gente chama o profissional, ele vai até a empresa com a certeza que ele é finalista, que está nas últimas etapas do processo, porque nós entendemos que o deslocamento é custo, tanto de tempo quanto monetário. É o estacionamento, são horas se arrumando, a expectativa, espera. E quase tudo isso para o cliente também.

Então a gente otimiza o tempo, facilita para os nossos candidatos, que fazem a entrevista da casa deles, no melhor momento, no horário que é disponível para eles.

Tais Targa:  Muito legal! Vocês são uma empresa que está preocupada tanto com o profissional quanto com seus clientes, que são as empresas, otimizando para ambos os lados, isso é ótimo! Parabéns por esse trabalho que foi vanguarda, é inovação e acho que é por isso que você tem todo esse sucesso, a LE WAR PRO – Talent Way está indo muito bem! A gente vai deixar o link aqui no vídeo, o profissional pode cadastrar o currículo na LE WAR PRO – Talent Way e lá tem dicas e muito mais.

Leandra Cortelleti:  Sim, claro, tem dicas e tem muitas oportunidades abertas! Se cadastrem em nosso site www.lewarpro.com.br

Tais Targa:  Gratidão por sua presença, por este conteúdo incrível e espero que você também tenha gostado, e se você gostou deste conteúdo não deixa parado, eu sei que você conhece muitos profissionais que estão em recolocação e que precisam consumir um conteúdo sério feito especialmente para esse público. Compartilha esse material! Um beijo e até o nosso próximo vídeo! Ah, e quando você gravar o seu vídeo currículo, posta no Linkedin marca a gente que a gente vai adorar dar uma olhadinha, uma espiadinha! Um beijo e até o próximo vídeo!

LE WAR PRO – Talent Way é uma consultoria de gestão de talentos que equilibra a velocidade automatizada dos processos ao contato humanizado com o propósito de apoiar empresas a encontrar e desenvolver talentos. Conta com uma equipe de consultores com mais de quinze anos de experiência e habilidades para mapear competências comportamentais, oferecer diagnósticos organizacionais completos com sugestões de desenvolvimento personalizadas a cada pessoa e a cada negócio. Com sede em Curitiba, atua em todo Brasil.

Recrutamento
Seleção